quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Capítulo 6

Aline se levantou e abraçou a amiga que não via já fazia alguns meses.
-Marise,quanto tempo!Como você está?
-Vou levando a vida-Marise respondeu com um sorriso inexpressivo.A moça estava com um aspecto triste e até aparentava ter mais idade do que realmente tinha.
As duas garotas sentaram-se.Aline esperou o garçom chegar à mesa para iniciar o assunto com a amiga.Depois que fizeram seus pedidos,a garota iniciou:
-O que anda fazendo da vida?Continua estudando?
-Sim.Bem,você deve saber que eu me transferi pra outra faculdade,né?-Marise indagou um tanto sem jeito-Tô estudando em Mauá mesmo.
-Entendi.Mas por que Marise?Por que se afastou dessa maneira?Eu fiz algo que você não gostou?
-Não,claro que não.Pelo contrário.Vocês foram legais comigo,tentaram me ajudar,mas eu não quis.Eu fui uma boba.
-Não,Marise,você não é uma boba.
-Sou sim,Aline,eu sou.Tentei encontrar minha felicidade da maneira errada e não quis ouvir o que as pessoas que realmente gostam de mim tinham a me dizer.E no fim acabei me dando mal.
-O que aconteceu?
Marise deu um suspiro,e iniciou seu relato:
-Bem,tudo começou com o Will,é claro.Quando comecei a namorar com ele fiquei deslumbrada.Puxa,ninguém como ele havia gostado de mim até hoje e,bem,eu me senti valorizada por alguém pela primeira vez.E a partir daí passei a viver só pra ele.Passei a fazer coisas que nunca havia feito antes e que nunca imaginei que ia fazer.Fui muito fraca-Marise disse com os olhos embargados.
Aline não sabia o que dizer,mas ao invés de procurar palavras decidiu deixar que a amiga desabafasse.
-Eu nem me reconhecia.Fiquei tão dominada por ele,e embora quisesse ajudá-lo a sair daquele vício,eu acabava ajudando a permanecer nele.No momento que eu decidi mudar de atitude,ele não aceitou e se tornou muito agressivo.Quando não quis mais sustentar o vício dele,começou a me roubar,e até descobri que ele andou me roubando bem antes da gente...morar junto.
-Ah vocês estavam morando junto?
-Sim.Mas foi um passo errado e equivocado que eu dei.E agora não estou mais com ele.
-Sei...-Aline murmurou,lembrando da vez em que foi surpreendida por Will entrando no seu quarto pela janela-Olha Marise-disse a garota-Certa vez o Will entrou misteriosamente no nosso quarto da República,pela janela.Não quero afirmar nada,mas...aquilo foi muito esquisito.
-E ele te viu?O que aconteceu depois?
-Bem,ele não se explicou e saiu.Achei muito estranho tudo aquilo.
-Bem,não precisamos raciocinar muito pra entendermos que ele havia ido lá para roubar.
-É...
-Mas o que importa é que já não estou mais com ele-Marise disse se esforçando para dar um sorriso.Aline tinha certeza de que aquele sorriso era apenas para esconder a tristeza que havia em seu coração.
-Olha Máh-a garota disse se aproximando mais da amiga-Eu sei que seu coração deve estar doendo agora,você deve estar abalada com tudo isso que aconteceu.Quando acontecem coisas ruim que nos tiram a alegria de viver,devemos buscar essa alegria em uma pessoa só.
-Em quem?
-Em Jesus.
Marise deu um pequeno sorriso e balançou a cabeça afirmativamente.Aline teve receio de que a amiga se esquivasse e como das outras vezes manifestasse sua indiferença ao ouvir falar de Deus.
-Olha eu não quero ser chata,eu sei que você nunca gostava muito quando falávamos de Jesus,mas eu não posso fugir a um fato que é real e verdadeiro.Jesus é o único caminho pra felicidade.Se você entregar seus caminhos a Ele e confiar,Ele mudará a sua vida.
-Eu quero mudar de vida.
-Quer mesmo?-Aline indagou um tanto surpresa pela rápida disposição da amiga em aceitar suas palavras-Está disposta a mudar totalmente seus conceitos e se entregar inteiramente a Cristo?
-Estou sim!Olha Aline,durante esses dias de sofrimento eu analisei muito algumas palavras que você e a Vivian me disseram quando eu estava na República,e até algumas palavras que ouvi naquele retiro que fui um dias com vocês.E percebi que tudo que vocês diziam só podiam ser verdade.
Aline não se continha de felicidade,aquela era a oportunidade que sempre quisera,e mal podia acreditar que finalmente estava conseguindo abrir os olhos de Marise e mostrar-lhe o caminho.Sem titubear,convidou-a para fazer uma oração ali mesmo,na mesa do retaurante que àquela hora estava cheio de gente.
-Olha,Marise,você está realmente disposta a mudar de vida?
-Sim,mais do que nunca.
-Então repita comigo: “Senhor Jesus”...
-Senhor Jesus...
-Eu te aceito nesse momento...E te convido a entrar e fazer morada no meu coração.Toma minha em vida em Tuas mãos e realiza nela o teu querer.Perdoe meus pecados e purifique meu coração(...) Amém!
Marise repetiu todas aquelas palavras de olhos fechados e quando os abriu tinha-os cheios de lágrimas.Aline também chorava;quando olhou em volta viu que havia muitas pessoas as observando sem entenderem o que estava acontecendo.Se estivesse em seu estado natural,provalmente ficaria corada e não saberia aonde se esconder,por estar sendo observada daquela maneira.Mas aquela experiência maravilhosa a deixara indiferente a tudo isso.Não era a primeira vez que ganhava uma alma para Cristo,mas era a primeira vez que fazia isso e obtia êxito na mesma hora.Era um presente de Deus.
Após o almoço,as duas garotas se retiraram do ambiente.Já na porta do restaurante,quando se despediram,Aline manifestou sua felicidade à amiga:
-Marise,estou muito feliz com o que aconteceu aqui hoje.Eu sempre esperei esse momento.Quero o melhor pra você e sei que esse melhor é Cristo.Fique firme na fé,e se precisar de qualquer coisa pode contar comigo,eu sempre estarei aqui pra te ajudar.
-Obrigada,Aline.
As duas se abraçaram e em seguida se despediram.Marise seguiu para Mauá e Aline foi para a editora.Chegou ao trabalho mais enérgica do que nunca.Foi um dia produtivo,pois trabalhou com muita dedicação e amor,fruto da maravilhosa experiência que tivera aquele dia.

4 comentários:

  1. Oi, nem pensei que seria o primeiro a postar. Que este capítulo sirva de inspiração para muitos de nós. Nunca tive muita facilidade em ganhar pessoas pra Jesus, mas vivi uma experiência não igual mas de ter que fazer uma oração assim com o meu pai nas suas últimas horas de vida.

    ResponderExcluir
  2. oi amei seu blog ta lindo to te seguindo ta visita o meu e se vc gostar me segue tambem beijão simara

    ResponderExcluir
  3. Acertei!!! Hehehe
    Que lindo, fiquei feliz pela Marise.

    Bjos

    ResponderExcluir