domingo, 24 de janeiro de 2010

Capítulo 3

A semana percorreu tranqüila.Aline compareceu todos os dias à aula,ainda temerosa de que os veteranos a pegassem de surpresa,mas para seu alívio,isso não ocorreu.Os estudantes mais experientes sequer pareciam notá-la.
Sentada à mesa do refeitório,Aline corria a vista por um livro,enquanto saboreava um milk shake tranquilamente.
-Oi!-cumprimentou uma garota loira,ao mesmo tempo em que sentava na cadeira da frente com um pacote de salgadinho e uma lata de refrigerante em mãos.
-Oi Dani-Aline respondeu,levantando a vista.
Daniela era uma menina baixinha,magra,de olhos claros e jeito agitado;tinha uma voz aguda que por vezes tornava-se irritante.Vivia com um sorriso estampado no rosto e tudo para ela era motivo de riso.Aline a havia conhecido na ocasião do vestibular.
-Ai tá tudo tão parado por aqui...-Dani reclamou,levando um salgadinho à boca.
-É melhor assim...-disse Aline tranquilamente.
-Ah eu não acho.Prefiro aquela agitação toda do primeiro dia de aula.
-Ah pois eu não-Aline disse,fechando o livro e colocando-o sobre a mesa-Não gosto daquele tipo de brincadeira que houve no primeiro dia.
-Ah mas até que foi legal...
-Quer dizer então que você gostou do banho de tinta que levou?
-Do banho não,mas do cara que jogou a tinta sim-disse ela com uma sorrisinho.
Aline sorriu meneando a cabeça.
-Mas mudando de assunto...Como é morar na República,Aline?
-É legal...Só que você não tem muita privacidade.
-Entendo...Ah eu queria tanto morar em uma.Mas minha mãe não deixa.Ela acha que não é necessário,porque não moramos tão longe daqui.
-E aonde você mora?
-Na Penha.
-Não é tão perto...Mas também não é tão longe.
-É...-disse Dani,olhando para o lado.A garota deu um sorrisinho para Aline e cochichou:
-Olha quem vem vindo aí...
Aline olhou na direção que Daniela apontava e viu Leonardo se aproximando.
-Olá garotas!- cumprimentou o rapaz.
-Oi-responderam as duas em uníssono.
-Posso me sentar?-indagou,revezando o olhar entre as duas meninas.
-Claro!-Aline respondeu.
O rapaz sentou-se na cadeira e se recostou folgadamente.
-Tô tão cansado!
-Por quê?Estudar cansa tanto assim?-Dani perguntou.
-Não...Mas é que além de estudar,eu trabalho aqui.
-Mesmo?-Aline indagou.
-É...Eu sou bolsista,então “pago” meu curso com meu trabalho,entendeu?
-Hum...Deve ser cansativo né?-quis saber Dani.
-Muito.
-Até que horas você fica aqui?-Aline perguntou.
-Até umas seis,seis e meia...
-Poxa,você fica das sete da manhã até as seis da tarde aqui?-Dani perguntou admirada.
O rapaz acenou com a cabeça que sim.
-Nossa-exclamaram as duas garotas juntas.
-Bem,preciso ir-Léo falou se levantando-Não comi nada ainda,e preciso aproveitar bem os poucos minutos que me restam.Não que os minutos ao lado de vocês não sejam proveitosos-disse o rapaz,lançando um olhar galanteador para as duas meninas.
As duas garotas se entreolharam;Aline séria e Dani com um sorrisinho no rosto.
-Ele é um gato,né?-disse Daniela a Aline quando Leonardo se retirou.
-Ele é bonito-respondeu Aline indiferente.
-Bonito não,lindo!Já observou bem os olhos cor-de-mel que ele tem?
-Já.E não vi nada demais.
-Como assim nada demais?Aqueles olhos são maravilhosos!
Aline deu de ombros.A verdade é que via sim algo demais naqueles olhos:malícia.E não se sentia nada bem com isso.
Ao término do período de aula,Aline dirigiu-se à República.Na portaria estavam Rodrigo,Rick e Juan,o amigo de quarto dos dois rapazes,conversando.A garota aproximou-se do trio e os cumprimentou.
-Oi Aline-Rick respondeu.A gente tá combinando de sair hoje à noite.Quer nos acompanhar?
-Claro!E pra onde vocês vão?
-Na pizzaria “Esperanza”-Rodrigo respondeu.
-To dentro-Aline respondeu,olhando para Juan,que lhe deu um sorrisinho.
Juan era um rapaz descontraído e simpático,porém tinha um defeito que muitas vezes lhe colocava em risco:era extremamente namorador.Por isso fora apelidado “Don Juan”.Era alto,tinha o cabelo castanho-claro e levemente ondulado.
-E a Vivian?-Rodrigo indagou.
-Tão falando de mim?-Vivian apareceu perguntando.
-Ah,você tá aí...Quer ir à pizzaria conosco?-Rodrigo disse.
-Ah mas é claro!Quando?
-Hoje à noite,às sete-Juan respondeu com o mesmo sorrisinho que dera a Aline.
-Combinado.
Marise apareceu nesse instante,e ia passar direto pelo grupo quando Aline a deteve.
-Marise!Gente,vocês já conhecem a Marise?-perguntou aos garotos.
-Não-respondeu Rick,estendendo a mão à garota-Prazer em conhecê-la.Sou o Richard,este é o Rodrigo e este o Juan-disse,apontando para os amigos.
Marise olhou para os dois rapazes com um sorriso,e estes lhe responderam com um aceno de mão.
-Estamos combinando de ir à pizzaria hoje à noite,Máh.Está convidada-disse Vivian
-Legal-respondeu a garota-Eu acho que vou sim.
-Então tá combinado.Às sete todo mundo aqui na portaria para irmos-Disse Rick.Todos concordaram.
E assim como prometeram cumpriram.Às sete estavam todos na portaria da República,e às sete e quinze já se encontravam acomodados à mesa da pizzaria.
Aline sentou ao lado de Rick,tendo Marise à sua esquerda.Vivian sentou ao lado de Rodrigo e Juan sentou na cadeira da ponta,ao lado direito de Vivian.Pediram de início uma pizza de mussarela e outra de calabresa,acompanhado de refrigerante.
Estando todos já servidos,iniciaram um animado bate-papo sobre a faculdade,igreja e outros assuntos.Marise,que era a única não cristã do grupo,apenas ouvia sem arriscar comentários ou opiniões.Parecia um tanto deslocada no meio do grupo.Rick,percebendo a expressão perdida da garota,procurou conduzir o mesmo assunto cristão por um âmbito diferente,que envolvesse Marise.
-Você já visitou a igreja alguma vez,Marise?
Marise pareceu um tanto surpresa com a pergunta.
-Já...De vez em quando eu vou com minha mãe à Matriz em Mauá.
Os cinco jovens se entreolharam,percebendo que Marise não entendera bem a pergunta.
-Mas e a igreja evangélica,você já visitou?-Vivian procurou esclarecer.
-Não...-a garota respondeu.
-Então quero convidá-la pra participar de um culto conosco-Rick falou-Amanhã estaremos indo pra Guarulhos,se você quiser pode ir conosco.
Marise assumiu uma expressão indecisa.
-Não sei...
-Vamos vai ser legal.Você pode ficar lá em casa-Vivian a animou.
-Você vai gostar.Olha...é sem compromisso tá?Não te obrigaremos a nada-Rick esclareceu.
Marise continuou hesitante,mas finalmente respondeu:
-Deixa pra outra oportunidade.
-Saiba que quando decidir nos fazer uma visita as portas estarão sempre abertas-disse Rick sorridente.
Aline apenas ouvia a conversa em silêncio.A garota correu a vista pelo ambiente e percebeu que havia muitos estudantes presentes.Olhou para um lado e viu um grupo animado de estudantes conversando.Do outro lado estava um grupo mais maduro,talvez professores,conversando mais sobriamente.Olhou pra trás e viu uma mesa com vários outros estudantes também num animado bate-papo.Percebeu que tratava-se do grupo de veteranos que no início da semana tentara passar-lhe trote.No meio deles avistou uma figura conhecida,que parecia fitá-la.Era Leonardo.Desviou a vista para evitar que seus olhos se encontrassem com os olhos de Léo e continuou saboreando sua pizza em silêncio.
-Então quer dizer que você saiu na rua pintado de Superman?Que mico!-Vivian dizia a Rodrigo.
-Pior foi sair na rua caracterizado de drag queen-disse Rick.
Todos gargalharam.
-Quem teve sorte foi a Aline,que foi salva pelo anjo protetor-Vivian disse.
-É,fiquei sabendo...Anjo protetor hein...-comentou Marise em tom de gracejo.Aline nada respondeu,apenas sorriu sem jeito.Continuou comendo,e ia levar o copo à boca quando sentiu um toque em seu ombro,e levantou a vista.
-Oi-Leonardo cumprimentou olhando-a firmemente.
-Oi Léo-Aline respondeu,observando os olhares curiosos dos amigos.
-Gente,esse é o Leonardo-apresentou.
-O seu anjo protetor?-Vivian perguntou em alto e bom som.
Aline lançou um olhar repreensivo para a amiga,que caiu na risada,acompanhada pelos amigos e até por Leonardo,que deu um leve sorriso.
-Oi Leonardo,como vai?-Rick cumprimentou,estendendo a mão.
-Bem-respondeu o rapaz-Só vim aqui para cumprimentar a Aline e seus amigos.Sejam bem-vindos e bom apetite pra vocês.
-Obrigado-todos responderam.
-Tchau Aline-o rapaz se despediu,dando uma piscadela.
Léo voltou à sua mesa e seus amigos encararam Aline,que estava corada.
-Aham-disseram as meninas em tom de malícia para a garota,que permanecia séria.Rodrigo e Juan sorriam,e até mesmo Rick aparentava se divertir com a situação.
“Ninguém merece”-pensou a garota.

5 comentários:

  1. Graça e paz!
    Vim conhecer seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
    Já estou seguindo.
    Venha dar a honra de sua visita no PASTORAGENTE.BLOGSPOT.COM e, se quiser seguí-lo, vai ser uma alegria para mim.
    Lá eu exponho da forma mais realista e divertida possível as situações, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
    Fique na paz e um 2010 abençoado para você e toda sua família.
    Abração!!!

    ResponderExcluir
  2. A história da Aline está cada vez melhor!
    Você escreve muito bem!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Pra variar um pouco desta vez não fui o primeiro a postar. Vamos ver que surpresas nos reservam nesta nova fase que está começando a esquentar.

    ResponderExcluir
  4. coitado do rick, já não tinha chance, agora com concorrência tá dificil, né?
    Ei, vc não tá mais postando todo dia? bjs

    ResponderExcluir
  5. Não estou podendo postar todos os dias,mas prometo tentar postar com a menor demora possível,ok?

    ResponderExcluir